top of page

Saia do escritório, vá ver com os seus próprios olhos.

Gerenciar uma fazenda eficientemente exige mais do que apenas estratégias de escritório; requer ir ao "gemba", o local onde as coisas realmente acontecem. O termo "gemba" vem do japonês e é frequentemente usado em empresas que buscam a excelência operacional como um meio para se referir ao local onde o valor é criado para o cliente, fortalecedo a cultura de que não se gerencia do escritório e sim estando junto das pessoas, dos processos e da lavoura.

 

A presença física no campo permite que o gestor observe diretamente as condições das máquinas, do ambiente, dos insumos, dos processos e das pessoas que impactam diretamente nos resultados que estão sendo obtidos, seja de um determinado processo como o plantio, uma pulverização ou até mesmo o beneficiamento, seja na produtividade geral da lavoura. A visita regular ao campo permite que o gerente observe o desenvolvimento das plantas em diferentes estágios, garantindo que as necessidades fisiológicas e os possíveis problemas sejam rapidamente identificados e solucionados, dando o melhor suporte para que a planta expresse seu potencial produtivo.




Benefícios do Gerenciamento no Gemba

 

1.    Detecção rápida de Problemas: Estar fisicamente presente permite identificar rapidamente questões que podem não ser evidentes em relatórios ou dados.

2.    Melhoria Contínua: A observação direta das operações diárias oferece oportunidades para otimizar processos, operações e práticas de trabalho.

3.    Relacionamento com a Equipe: Interagir com os trabalhadores no campo fortalece o relacionamento, promovendo uma comunicação mais aberta e direta, evitando erros e conflitos.

4.    Conhecimento Prático: Experienciar as condições reais de trabalho proporciona um entendimento mais profundo das necessidades e desafios da operação, enxergando os pequenos problemas e as barreiras que os operadores enfrentam diariamente.

5.    Tomada de Decisão Baseada na Realidade: Decisões informadas por observações reais tendem a ser mais eficazes e pertinentes às necessidades da fazenda.

 

Ir ao gemba é um aspecto crucial do gerenciamento agrícola, pois coloca os gestores em contato direto com as realidades das operações. E os gestores deveriam criar uma rotina para fazê-lo com disciplina e com olhos bem abertos para enxergar dificuldades na execução das operações. Essa abordagem não apenas melhora a tomada de decisão e a eficiência operacional, mas também fortalece o vínculo entre gerentes e trabalhadores, criando um ambiente de trabalho mais integrado e produtivo. Na produção agrícola, onde os insumos estão cada vez mais caros e as margens mais apertadas, estar no local onde as coisas acontecem não é apenas uma boa prática; é essencial.


Para ficar na cabeça:

Genchi Genbutsu - vá e veja você mesmo”

Comments


bottom of page