top of page

9 Princípios para se tornar um líder servidor

A liderança é um tema amplamente discutido e estudado em diversos campos, desde a psicologia até a administração. Dentre as várias teorias e abordagens existentes, uma das mais conhecidas é a proposta por James Hunter em seu livro "O Monge e o Executivo". Neste best-seller, o autor apresenta nove princípios fundamentais para se tornar um líder servidor eficaz. Neste artigo, exploraremos esses princípios e sua relevância para o desenvolvimento de líderes de sucesso dentro dos negócios agrícolas.

 

Durante sua carreira Hunter percebeu que muitos líderes enfrentavam dificuldades em motivar e engajar suas equipes, resultando em baixa produtividade e insatisfação no ambiente de trabalho, nada diferente do que vemos nas fazendas que acompanhamos. Com base nessa observação, o autor desenvolveu uma abordagem centrada no serviço ao próximo como forma de liderança eficaz.


1.      O primeiro princípio abordado por Hunter é o de ouvir. Segundo ele, um líder servidor deve ser capaz de ouvir ativamente seus colaboradores, demonstrando interesse genuíno em suas opiniões e preocupações. Isso cria um ambiente de confiança e respeito mútuo, permitindo que os membros da equipe se sintam valorizados e engajados.

2.      O segundo princípio é o de aprender. Um líder servidor está sempre em busca de conhecimento e desenvolvimento pessoal. Ele reconhece que não possui todas as respostas e está disposto a aprender com os outros, inclusive com seus subordinados. Essa postura humilde e aberta estimula a criatividade e a inovação na equipe.

3.      O terceiro princípio é o de ajudar. Um líder servidor está disposto a ajudar seus colaboradores a alcançarem seu pleno potencial. Ele se preocupa com o desenvolvimento individual de cada membro da equipe, oferecendo suporte e orientação quando necessário. Essa abordagem cria um ambiente de aprendizado contínuo e crescimento pessoal.

4.      O quarto princípio é o de cultivar. Um líder servidor reconhece a importância de cultivar relacionamentos positivos e saudáveis. Ele se preocupa com o bem-estar de seus colaboradores e busca promover um ambiente de trabalho harmonioso e colaborativo. Isso fortalece os laços entre os membros da equipe e aumenta a satisfação no trabalho.

5.      O quinto princípio é o de persuadir. Um líder servidor não impõe suas ideias e decisões, mas busca persuadir sua equipe através da argumentação lógica e da empatia, mostrando o impacto e consequências das decisões para os empregados.

6.      O sexto princípio é o de servir. Um líder servidor coloca as necessidades dos outros em primeiro lugar. Ele está disposto a fazer sacrifícios pessoais em prol do bem-estar da equipe. Ele trabalha para que os operadores tenham condições de executar suas atividades entreguem o resultado esperado que é de sua responsabilidade e não o ao contrário onde as pessoas trabalham para o chefe.

7.      O sétimo princípio é o de crescer. Um líder servidor busca o crescimento contínuo de si mesmo e de sua equipe. Ele estimula o desenvolvimento pessoal e profissional dos colaboradores, oferecendo oportunidades de aprendizado e desafios que promovam o desenvolvimento de novas habilidades.

8.      O oitavo princípio é o de conectar. Um líder servidor reconhece a importância de criar conexões significativas com seus colaboradores. Ele valoriza a diversidade de ideias e experiências, promovendo a inclusão e o respeito mútuo. Essa abordagem cria um ambiente de trabalho enriquecedor e estimulante.

9.      O nono e último princípio é o de compartilhar. Um líder servidor compartilha conhecimento e autoridade com sua equipe. Ele reconhece que o sucesso é resultado do trabalho coletivo e não apenas de suas próprias habilidades. Essa abordagem promove a colaboração e o engajamento, resultando em melhores resultados para a fazenda.

 

 

Destaque final:

Para ficar na cabeça:

Sirva a sua equipe e eles terão mais sucesso, como consequência, você terá mais sucesso e o negócio terá mais sucesso.




Comments


bottom of page